Logo Bioparque Serra Negra

..

Cupinzeiros

 

         O que são?

 

Os cupins são insetos sociais, assim como algumas espécies de abelhas e formigas, que vivem em grupo dividido em castas. Essas castas possuem funções específicas para a sobrevivência de todos, podendo serem responsáveis pela reprodução, pela defesa ou pela manutenção do ninho. 


São o segundo grupo de animais com mais espécies sociais, perdendo apenas para as formigas, há mais de 2200 espécies de cupins distribuídas pelo mundo.

Cupinzeiro.jpg

Se alimentam principalmente de celulose¹, esta pode ter origem na madeira, gramíneas ou humus, mas também podem consumir ítens produzidos pelo homem, como papel, couro e lã. Os outros componentes presentes na alimentação com exceção da celulose, como a lignina² e o material silicoso, que não são digeridos acabam sendo eliminados nas fezes e estas são utilizadas para a construção das paredes do cupinzeiro ou então são cultivadas para que fungos  do grupo Termitomyces cresçam e depois sejam utilizados como alimento, para as espécies que cultivam fungos dentro do cupinzeiro.


Podem viver em diferentes locais, algumas espécies vivem exclusivamente na madeira, outras são consideradas subterrâneas e superficiais, como este cupinzeiro que estamos acostumados a ver, ou então arborícolas ou semi-arborícolas. As espécies arborícolas constroem túneis que ligam o cupinzeiro ao solo para que eles possam transitar de forma segura para o solo, coletar alimentos e voltar ao ninho, visto que não se alimentam da árvore em que estão vivendo.

Cupinzeiro quebrado.jpg

Dependendo da espécie do cupim e da idade da colônia, elas podem abrigar cerca de mil indivíduos ou até mais de milhões.

 

Eles podem ou não possuir asas. Os indivíduos reprodutores desenvolvem asas que são utilizadas na revoada para formação de novos cupinzeiros e as perdem logo em seguida. Os indivíduos que não possuem asas são as operárias e os soldados, a diferença morfológica entre eles é o tamanho da cabeça e da mandíbula, a qual é mais desenvolvida nos operários.

Reprodução

 

         O que é e quais são?

 

Na maior parte do tempo de vida de um cupim eles são fotofóbicos³, vivendo dentro do ninho e não gostando de luz. No período reprodutivo, quando os indivíduos reprodutores desenvolvem as asas, eles passam a ser fototrópicos e abandonam o ninho para conseguirem encontrar um novo local para formar outro ninho.  

 


Para que todos consigam sair do ninho durante o crepúsculo de dias claros nos meses de agosto a outubro, as operárias constroem uma abertura exclusiva para essa finalidade e os soldados ficam de prontidão protegendo essa abertura evitando que invasores adentrem ao ninho. Logo depois de todos terem saído em busca de um outro lugar, as operárias fecham essa passagem rapidamente. 

 

 

Cupins.jpg

Somente após terem se estabelecido em um lugar que atingem a maturidade sexual, formam um casal e começam a escavação de uma galeria para formar a câmara nupcial, onde copularão pela primeira vez e botarão os ovos.


Estes ovos demoram cerca de 1 mês para formarem indivíduos jovens que poderão dar continuidade na manutenção do ninho e assim o casal fica responsável apenas por reproduzir.

 

..

Glossário

 

1. É um polímero de cadeia longa composto de um só monômero, classificado como polissacarídeo ou carboidrato. É um dos principais constituintes das paredes celulares das plantas e não é digerível pelo homem.

2. É uma macromolécula tridimensional amorfa encontrada nas plantas terrestres, associada à celulose na parede celular cuja função é de conferir rigidez, impermeabilidade e resistência.

3. Indivíduo que é sensével à luz.

4. Indivíduo que é atraído pela luz.

 

Para mais informações:

 

BERTI FILHO, E.; MARICONI, F. A. M.; WILCKEN, C. F. Manual de pragas em florestas; Cupins ou térmitas. Viçosa: IPEF/SIF, v. 3, p. 31-32, 1993.