Logo Bioparque Serra Negra

..

Frutos

Produção de frutos

 

O fruto é produzido apenas pelas plantas classificadas como angiospermas¹. Este grupo é formado por mais de 250 mil espécies de árvores, quase 90% de todas as árvores.

 

Ele é considerado uma estrutura reprodutiva das plantas e pode ser formado por um ou mais ovários superdesenvolvidos além de outras estruturas modificadas. A sua principal função é proteger as sementes presentes em seu interior garantindo assim a propagação da sua espécie. 

 

Importância dos frutos

 

Os frutos possuem um papel ecológico muito importante, eles garantem a dispersão das sementes e assim a propagação da sua espécie. Além disso, por serem ricos em vitaminas, nutrientes, fibras e água também servem como alimento para inúmeras espécies de animais, insetos, aves, mamíferos e até répteis.

 

As frutas fazem parte da alimentação humana e possuem uma grande importância econômica para a sociedade. Apenas no Brasil, 45 milhões de toneladas de frutas são produzidos por ano e 65% desta produção é consumida pelos brasileiros, o restante é exportado, sendo que mais da metade da produção brasileira é realizada pela agricultura familiar.

Dispersão de sementes

 

A dispersão das sementes pode ser feita de diversas formas, seja ela biótica² ou abiótica³.

 

Há dois tipos de dispersão abiótica: a anemocórica, realizada pelo vento, que costuma ser de sementes leves ou com uma aerodinâmica que facilite ser carregada pelo vento; e a hidrocórica, quando a semente é carregada para longe de sua planta mãe pela água, devendo possuir adaptações para que não afunde e continue viável por um tempo mesmo sem substrato. 

 

As dispersões bióticas, autocoria e zoocoria, são realizadas por seres vivos, sendo esta última realizada por animais. Neste caso as sementes podem ser pequenas e com estruturas que facilitem grudar nos pelos, como os conhecidos carrapichos; ou então atrativas para os animais, como as frutas carnosas, aromáticas e coloridas. Já na autocoria, por algum mecanismo explosivo a planta libera suas sementes a uma certa distância de si.

 

Ao consumir uma fruta, a semente passará pelo trato digestivo e será liberada nas fezes um tempo depois, quando o animal já tiver se afastado da planta mãe, contribuindo ativamente para a dispersão da espécie.

 

Outras formas de dispersão biótica realizada pela própria planta é a barocoria, que é quando a semente cai pela força da gravidade e fica perto da sua planta de origem.

Glossário

 

1. Plantas que se caracterizam por apresentarem flor e fruto. 

2. Fatores que envolvem a existência de seres vivos.

3. Fatores que não envolvem a existência de seres vivos.

 

Para mais informações:

 

USP. Botânica. Ensino em Biologia. Disponível em : https://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/EnsinoBiologia/Botanica_2011_2012/Botanica_v2_04.pdf

MARTINS, V. F. Aspectos da reprodução de Angiospermas . Disponível em: https://www2.ib.unicamp.br/profs/fsantos/bt682/2013/Aula8/Aula8-Reproducao.pdf

EMBRAPA. Frutas e hortaliças. Grandes contribuições para a agricultura brasileira. Disponível em: https://www.embrapa.br/grandes-contribuicoes-para-a-agricultura-brasileira/frutas-e-hortalicas

SILVA, I. D. da.  A Fruticultura e sua Importância Econômica, Social e Alimentar. Anais Sintagro. Ourinhos-SP, v. 11, n. 1, p. 3-10, 22 e 23 out. 2019.